31 de julho de 2012

Sobre Crepúsculos & Traições em Hollywood


Todos já estão cansados de saber sobre a separação de Robert Pattinson e Kristen Stewart, depois da "traição" (entre aspas mesmo) da Bella contra (contra?) o galã das adolescentes.
Não sabem? Parabéns!
O famosíssimo casal da saga cinematográfica "Crepúsculo" (filmes adaptados dos livros da escritora Stephenie Meyer) dividiam o mesmo teto (na verdade a mesma mansão em L.A.) até que a mocinha foi flagrada em fotos publicadas na revista US Weekly com  o diretor Rupert Sanders, de 41 anos, casado com a modelo Liberty Ross.
Mas nós não vamos reproduzir as fotos aqui. Fizeram sacanagem com a moça (quero dizer no sentido de que sacanearam ela). E com o diretor também. Mas imprensa vive disso.
Então para que este post? Em solidariedade ao casal que cometeu o adultério?
Negativo. O recado é para o Robert.
É que li uma crônica hoje do ótimo escritor e jornalista Xico Sá sobre a situação do rapaz. Muito engraçado, como sempre. O Xico, não o Rob.
Reproduzo para vocês e para ele. Isso se alguém se dispor a traduzir para o inglês e mandar lá para os EUA. Trabalho para a galera dos fãs clubes. Se é que eles vão achar isso uma boa idéia.

Em tempo: o Xico Sá pode ser proclamado um sujeito feio. A explicação se faz necessária para entender melhor o final do artigo.

Chifre é vida ou Carta aberta ao rapaz do “Crepúsculo”
"Caro amigo Robert Pattinson, o motivo desta é tão-somente levar algum afago, um conforto de um especialista, um cara do ramo.
O chifre é como a morte. É para todos, indiscriminadamente.
Confesso. Deu dó desse moço, pobre moço, exposto ao sol –nada crepuscular-do noticiário com a sua inquestionável dor amorosa.
O menino Robert Pattinson, 26, que se diz traído pela Kristen Stewart, 22. Um até então exemplar e romântico casal de Los Angeles.
O casal da saga “Crepúsculo”. Sim, o amor sempre acaba em um final de tarde, como senteciava Paulo Mendes Campos.
Por isso prefiro ver o mundo daqui da janela do oitavo andar do edifício Alfredo Bandeira. na rua da Aurora, a rua da luz mais bonita do mundo, segundo Gilberto Freyre. Crepúsculo, estou fora.
Deu dó, mas também temperou minha ciência antiga: o chifre nasceu para todos. É o castigo mais democrático depois da morte. Só há isonomia por parte da velha da foice e da maldição do corno.
Para todos e todas.
Muita calma, caro Robert. Não será o último objeto pontiagudo que será parafusado na fronte do artista. Viver é levar essa bola nas costas.
Como diz a plaquinha do boteco: “Chifre é coisa para homem, boi usa de enxerido”.
Até os 30 anos dói mais mesmo, caro Robert. Depois, dói de novo, mas com o tempo vai perdendo o sentido.
Não sei para ti, que é um galã, um cara orgulhoso e bonito. Taí mais uma vantagem de ser feio, digo, mal-diagramado pela mãe natureza. O corno feio sofre menos. O corno feio é um agradecido de nascença.
Se for o chifre de uma mulher bonita, minha nossa, temos sempre uma filosofia de consolação: já estávamos no lucro. Nem a merecíamos. Portanto nada aconteceu de tão grave.
Repito outra vantagem, mantra desse cronista discípulo de Serge Gainsbourg: a beleza é passageira, a feiura, graças a Deus, é para sempre."
Fonte: Xico Sá

Marina Silva nas Olimpíadas(?!)

Pelo seu histórico ao lado de Chico Mendes, pelo apoio que o PT sempre lhe deu, pela sua atuação inicial como Ministra no governo Lula, Marina Silva sempre me foi simpática. Mesmo quando ela deixou Lula, atirando para todos os lados, eu entendi sua posição.
A coisa começou a degringolar quando ela se canditatou em 2010 à presidência pelo PV. Chance zero de ser eleita, seria ela tão ingênua a ponto de não peceber que estava trabalhando para a extrema direita dos ruralistas (para citar apenas uma coisa em que ela, teoricamente, acredita: a proteção da natureza)?
Quando - para minha surpresa - eu a vi carregando à bandeira olímpica nas abertura do jogos, concluí: aí tem coisa.
Dilma estava lá e se saiu muito bem da saia justa armada pelos organizadores.
Pelo visto Marina continua "ingênua". Bem, é certo que ela não estava lá representando os interesses do Brasil
Leiam a crônica do Mauro Santayanna a seguir e entenderão melhor este fato que com certeza terá desdobramentos nas próximas eleições presidenciais.









Uma Desfeita ao Brasil
"A senhora Marina Silva é um caso típico de como as virtudes enganam. Ela surgiu na vida pública brasileira como a pobre menina da floresta, que se torna ativa militante da causa ambiental, entra para a política ainda muito jovem, dentro do PT; é eleita senadora pelo Acre; torna-se Ministra, e chega a candidatar-se, sem êxito, à Presidência da República. Trata-se de uma biografia virtuosa. Marina é militante de uma causa vista como nobre, a da defesa da natureza. Mas não se pode dizer, com o mesmo reconhecimento, de que se trata de uma boa brasileira. Marina é hoje, e é preciso dizer, uma patriota do mundo. Nenhum brasileiro, vivo ou morto, foi tão homenageado pelos mais poderosos governos estrangeiros e organizações não governamentais do que esta senhora, ainda relativamente jovem.

Ela, ao militar pela natureza universal, não tem servido realmente ao Brasil e à sua soberania. O Brasil, com o apoio, direto ou indireto, da senhora Silva, tem sido acusado de destruir a natureza. Quando seu companheiro de idéias, Chico Mendes, foi assassinado em Xapuri, o New York Times chegou a dizer que o mundo iria respirar pior, a partir de então. A tese do jornal, já desmentida pela ciência não engajada, era a de que a Amazônia é o pulmão do mundo. Assim, a cada árvore abatida, menos oxigênio estaria disponível para os seres vivos.

Marina Silva transita à vontade pelos salões da aristocracia européia e norte-americana. É homenageada, com freqüência, pelas grandes ongs, como a WWF, que contava, até há pouco, com o caçador de ursos e de elefantes, o Rei Juan Carlos, da Espanha, como uma de suas principais personalidades. Na melhor das hipóteses, a senhora Marina Silva é ingênua, inocente útil, o que é comum nas manobras políticas internacionais. Na outra hipótese, ela sabe que está sendo usada para enfraquecer a posição da nação quanto à defesa de sua prerrogativa de exercer plenamente a soberania sobre o nosso território.

Ainda agora, a ex-candidata a Presidente acaba de ser homenageada pelos organizadores londrinos dos Jogos Olímpicos, como convidada de destaque, ao lado de outras personalidades mundiais, a maioria delas diretamente ligadas às atividades esportivas, o que não é o seu caso. Para quem conhece os códigos da linguagem diplomática, tratou-se de uma desfeita ao Brasil, como país soberano, e, de forma bem clara, à Presidente Dilma Roussef. Dilma, com elegância, declarou-se feliz pela homenagem à sua adversária nas eleições presidenciais de 2010, e que permanece militando na oposição ao atual governo. A Chefe de Estado, que ali representava a nação inteira, e não ongs interessadas em retardar o desenvolvimento autônomo do Brasil, não assinou recibo pela aleivosia de uma Inglaterra decadente, contra um Brasil que cresce no respeito do mundo."
Fonte: Mauro Santayana

30 de julho de 2012

Imagens do Dia: A leitura do esquilo e uma vista de Londres

Duas imagens que me chamaram atenção.
A primeira uma vista noturna de um trecho de Londres.
Com as Olimpíadas, através das transmissões em HD, muito da beleza de Londres tem se mostrado aos olhos dos que não consideravam esta uma das cidades mais interessantes do mundo.


A segunda é um daqueles instantâneos que o fotógrafo amador ou profissional captura na sorte e rapidez.
Parece que o esquilo está lendo o rótulo de um alimento industrializado. E analisando...
O que serve de lembrete para nós em uma época em que consumimos tantos alimentos com aromatizantes, corantes, conservantes, gorduras saturadas, etc.
Depois pagamos o preço extra que é o sacrifício da saúde.
A bem da verdade se formos ler com atenção esses rótulos agiremos da mesma forma se formos ler detalhadamente bulas de remédio: não consumiremos nenhum biscoito e nem um simples comprimido para dor de cabeça.
A foto de Michael Higgins foi tirada em um parque de Ontário, Canadá.


Deuter: Música Calma


Deuter produzindo música em seu estúdio na Alemanha

Em complemento a um post anterior sobre meditação para “acalmar a mente” (que eu tenho dificuldade em fazer, diga-se de passagem) segue... música(!) que, afinal, é um dos pontos fortes de nosso blog.
Melodia, belo visual e tranquilidade na inspiração do multinstrumentista alemão Deuter (a pronúncia correta é 'Dóiter'), um dos pioneiros na pesquisa da Relax e Healing Music (música para relaxamento e cura).
O primeiro disco de Deuter foi lançado em 1971 e sua extensa discografia já contempla mais de 50 CDs em 40 anos de carreira! Ele tem atualmente 67 anos e continua produzindo incessantemente boa música.
No primeiro vídeo a música “Sound of invisible waters”.
O segundo vídeo contem um disco inteiro do Deuter. Trata-se de “Empty Sky”, lançado no ano passado e que traz as seguintes músicas:
1. Traveling the Stars 
2. Brother to the Wind 
3. Folding into the Night 
4. Beltane 
5. The Big Empty 
6. Empty Sky - Bamboo Calling 
7. Surfing the Clouds 
8. Under the Pear Tree
Bom para ouvir enquanto se navega pela Internet ou apenas para deixar rolar como fundo musical em momentos que se deseja tranquilidade.
E, já que estamos nas Olimpíadas, também para atletas que chegaram no seu limite, conforme temos visto pela TV...





Wikipedia: “Born Georg Deuter in 1945 in post-war Germany in the town of Falkenhagen, he taught himself the guitar, flute, harmonica and "just about every instrument I could get my hands on," though it wasn’t until after a near-fatal car crash in his early twenties that he decided to pursue a career in music. His first release in 1970, entitled D, is widely acknowledged as a Krautrock classic. D marked the beginning of Deuter’s spiritual and musical journey, ostensibly paving the way for a new genre of music known as New Age, which combined acoustic and electronic elements with ethnic instrumentation and nature sounds, such as whale and bird song, the open sea, wind in the trees, etc.
During the 1970s and 1980s Deuter, after travelling extensively in Asia in search of spiritual and creative inspiration, settled for a long time in Pune, India, where under the name Chaitanya Hari he became a neo-sannyasin — a disciple of Bhagwan Shree Rajneesh, who later changed his name to Osho. With the aid of a multitrack tape machine, living in the neo-sannyas ashram, he produced a series of music tapes to be used in "active meditations", consisting of several "stages" of ten or fifteen minutes each, which range between, and often merge, Indian classical motifs, fiery drums, loops, synthesisers, bells, musique concrète and pastoral acoustic passages. These works, constructed to the master's instructions in consultation with a team of disciples testing the meditation methods, deserve recognition for their purely functional or objective origination as well as for their originality, power and sometimes beauty.
In the early 1990s, Deuter — who always retained his professional name — ended his long standing relationship with Kuckuck, the small record label that had released nearly 20 original Deuter albums in as many years, and relocated to Santa Fe, New Mexico where he signed a deal with New Earth Records, an independent label founded by fellow sannyasin Bhikkhu Schober and Waduda Paradiso. This proved to be a lucrative move for all involved, as Deuter's New Earth Records releases, the majority of them intended to accompany various healing and spiritual practices such as Reiki, massage and meditation or, in the case of Earth Blue (2003), a collaboration with the Autostadt Volkswagen factory in Wolfsburg, Germany, have sold well over half a million copies.
Deuter continues to learn and master an ever-expanding array of instruments, including the drums, the shakuhachi flute, the koto, sitar, Tibetan singing bowls, santoor, bouzouki, piano and keyboard. He has recorded and released over 60 albums and claims to have sold more than he can count during the course of his career.”

27 de julho de 2012

Carta Capital desta semana: "O Valerioduto abasteceu Gilmar Mendes"

Jogos Olímpicos ao VIVO, só na Record / R7, acompanhe!


Ao lado do ministro do Esporte, Aldo Rebelo (atrás), e do presidente da Record, Alexandre Raposo (direita), Dilma bateu a claquete que simbolizou o início das transmissões da Record em Londres.

 No clima das Olimpíadas, diversos monumentos de Londres receberam os anéis olímpicos, entre ele a Tower Bridge, também chamada de London Bridge

AO VIVO AQUI

26 de julho de 2012

Abertura dos Jogos Olímpicos de Londres: Muita Música!


A abertura dos Jogos Olímpicos é sempre um espetáculo belíssimo. Não vai ser diferente em Londres. E é bom ficarmos de olho para fazermos igualmente bonito no Rio em 2016.
Como Inglaterra e Londres rimam com Rock é certo que teremos muita música boa amanhã. O que é um detalhe importante a mais.
Fala-se que no decorrer do espetáculo serão tocadas mais de 80 canções, entre trechos, gravações e apresentações ao vivo.
Veremos e ouviremos.
E o blog já adianta algumas...











Para quem não sabe (acho que todos sabem) a Globo pouco vai falar das Olimpíadas. A Record "passou a perna" na toda poderosa e adquiriu direitos exclusivos para TV aberta.
Já nos canais por assinatura houve negociação de milhões de dólares e os canais que vão passar são: 5 canais Sportv, 2 canais ESPN e 1 canal BandSports. Boa parte em HD! 24 horas por dia! É para quem gosta de esportes de forma geral, na verdade o maior espetáculo esportivo do mundo. E é para quem tem tempo pra ver. Vou assistir algumas coisas ao vivo e gravar outras. Quem está de férias e gosta, faz a festa!

Provável playlist da abertura:

Captain Algernon Drummond, William Johnson Cory - Eton Boating Song
Elgar, AC Benson - Land of Hope and Glory
The Jam - Going Underground
Muse - Map of the Problematique
Sex Pistols - God Save the Queen
The Clash - London Calling
Simon May - EastEnders Theme
Sir Hubert Parry, William Blake - Jerusalem
Elgar - Nimrod
Handel - Arrival of the Queen of Sheba 
Eric Coates - Dambusters March
Handel - Music for the Royal Fireworks 
Monty Norman - James Bond Theme
Mike Oldfield - Tubular Bells
Mike Oldfield - In Dulci Jubilo
Vangelis - Chariots of Fire
Arthur Wood - The Archers Theme
Winifred Atwell - Black and White Rag
Sugababes - Push the Button
OMD - Enola Gay
David Rose - The Stripper
Lionel Bart - Food Glorious Food
Irwin Kostal, Richard Sherman, Robert Sherman - Bedknobs and Broomsticks
Rizzle Kicks - When I Was a Youngster
Eric Clapton - Wonderful Tonight
Colin Tully - Gregorys Girl Theme
William Pitt - City Lights
The Who - My Generation
The Rolling Stones - Satisfaction
Millie Small - My Boy Lollipop
The Kinks - All Day and All of the Night
The Beatles - She Loves You
Mud - Tiger Feet
Led Zeppelin - Trampled Under Foot
The Specials - A Message to You Rudy
David Bowie - Starman
Queen - Bohemian Rhapsody
Sex Pistols - Pretty Vacant
Duran Duran - The Reflex
New Order - Blue Monday
Frankie Goes to Hollywood - Relax
Soul II Soul - Back To Life
Happy Mondays - Step On
Eurythmics - Sweet Dreams (Are Made of This)
The Verve - Bittersweet Symphony
Prodigy - Firestarter
Underworld - Born Slippy
Jaan Kenbrovin, John William Kellette - I'm Forever Blowing Bubbles
Blur - Song 2
Dizzee Rascal - Bonkers
Tigerstyle - Nacnha Onda Nei (mix com Michael Jackson - Billie Jean, Queen & David Bowie - Under Pressure e Ilaiyaraaja - Naanthaan Ungappanda) 
Arctic Monkeys - I Bet You Look Good on the Dancefloor
Mark Ronson & Amy Winehouse - Valerie
Radiohead - Creep
Muse - Uprising
Kano & Mikey J - Random Antics
Tinie Tempah - Pass Out
MIA - Paper Planes
Coldplay - Viva La Vida
The Chemical Brothers - Galvanize
Franz Ferdinand - Take Me Out
Kaiser Chiefs - I Predict a Riot
Roll Deep - Shake a Leg
Adele - Rolling in the Deep
Oasis - The Hindu Times
Oasis - Wonderwall
Emeli Sande - Heaven
William Monk/Henry Francis - Abide With Me
Pink Floyd - Eclipse
The Beatles - The End
The Beatles - Hey Jude
David Bowie - Heroes
Eric Spear - Coronation Street Theme
Ron Grainer - Doctor Who Theme
John Philip Sousa - Monty Python Theme/The Liberty Bell
David Bowie - Absolute Beginners

25 de julho de 2012

A Truculência, o José Serra e os Blogs "Sujos"

Pois não é que o sempre candidatíssimo entrou na segunda (23) com uma Representação junto à Procuradoria Geral Eleitoral, contra a Blogosfera brasileira, particularmente contra o Blog do Nassif e o Conversa Afiada do Paulo Henrique Amorim, alegando aparelhamento do atual governo Dilma e seu antecessor (Lula) com verbas de publicidade aos referidos blog's!!

Pede, o "sempre candidato", que sejam investigados os blog's que estariam recebendo recursos estatais das dotações de publicidade, ora essa!!

Talvez seja esta uma boa oportunidade para o Brasil, em todos os seus Estados e Municípios, abrir de vez a caixa-preta da mídia nacional que é mantida por dinheiro público, sustentando uma lógica de domínio da massa e manipulação da informação nas mãos de algumas poucas famílias endinheiradas, como por exemplo o Grupo Abril da Revista Veja ou ainda a Rede Globo da família Marinho!

LEIA MAIS

SAIBA MAIS


Campos dos Goytacazes na rota da Lider - deu no JB

"Jornal do Brasil
Anna Ramalho 

A Líder Aviação começou a operar sua nova base - coisa de R$ 1,3 milhão - em Campos dos Goytacazes, litoral do Rio.

Segundo o diretor de operações de helicópteros, Geraldo Strambi, esta é parte do plano de expansão da empresa para este ano, que inclui a ampliação e modernização da infraestrutura, investimentos em novas tecnologias e renovação da frota." aqui

Os Bancos ("...quadrilhas de assaltantes...") e a Servidão dos Pobres - por Mauro Santayana.

Nada de muito novo no "front", mas quando ditas e escritas por alguém como o Mauro Santayana, somos tomados por uma reflexão profunda e por preocupações abissais.

Já é bem sabido pela crença popular qual é a fama de banqueiros e agiotas. Porém, quando a análise toma uma dimensão mais ampla e histórica, destilando alguns detalhes ocultos e fundamentais, nos ajudando a conectar temas sociais com intrincadas operações financeiras, acaba imprimindo uma face perversa de como são conduzidas as coisas públicas (desde sempre), os interesses coletivos e a ganância de poucos. Na revelação concreta - sempre sabida - da presença permanente de uma intenção, de um propósito velado, é certo que muitos de nós nos sintamos, no mínimo, indignados, outra parcela de nós fica puta mesmo!

A correria incessante não tem nos deixado refletir melhor, milhares e milhões estão mergulhados na árdua luta diária pela sobrevivência. Sim, pela fome, pelo saciar a sede de agora, pelo aluguel que está em atraso, pelo filho sem escola e sem moradia própria, pelo emprego que escapa, pela luta incansável de combate à miséria que degrada e desequilibra os ecossistemas naturais e antrópicos, etc...enquanto isso, alguns poucos cabeçudos espertalhões continuam apostando num Estado ausente, num Estado menor e inoperante, num Estado submisso ao Mercado, num Estado regulado pelas forças e interesses privados, este sim é o Estado responsável pelo caos socioambiental de nosso tempo; este sim é o Estado da corrupção, da falta de fiscalização, da falta de regras, da liberdade sem limites; este sim é o Estado da vassalagem que a direita brasileira quer e que a extrema direita internacional imagina ser capaz de romper com a atual crise Européia, que já foi Americana em 2008 - e em outras tantas quebras programadas por lá -, que já foi do Brasil desde o Brasil Colônia até o início do Governo Lula, e que sempre esteve - e estará!(?) - em muitos outros sítios miseráveis da África, Ásia, Américas, Oriente Médio, etc! 

Com vcs o Mauro:


"Os paraísos fiscais e a nova servidão dos pobres

 Jornal do Brasil


O grande pensador britânico George E. Moore, que influenciou, entre outros, Bertrand Russell e, por seu intermédio, Wittgenstein, buscou, como tantos filósofos, o amálgama entre a lógica e a ética. É provável que o tenha encontrado, ao afirmar que o fundamento de toda filosofia é o bom senso.         Qualquer pessoa dotada de razão é capaz de distinguir entre o bem e o mal, ao examinar determinada situação, a partir do senso comum. Sendo assim, sob qualquer exercício da inteligência, os grandes bancos do mundo não passam de quadrilhas de assaltantes. Não só assaltam isoladamente, mediante as taxas exacerbadas de juros e dos serviços que prestam, mas se associam a outros assaltantes para lesar os trabalhadores e os empreendedores honrados do mundo inteiro.
Os 50 maiores bancos do mundo, segundo os estudos da Tax Justice Network — da qual é um dos dirigentes o notável contabilista britânico Richard Murphy  —  são responsáveis pela transferência ilegal de 21 trilhões de dólares, em sua imensa maioria dos países em desenvolvimento, para os paraísos fiscais. A cifra é superior à soma do PIB dos Estados Unidos e do Japão.  Trata-se de um duplo delito: o dinheiro, que poderia ser usado no desenvolvimento econômico interno, vai ser empregado na especulação financeira ou em investimentos nos países mais ricos do mundo, e são sonegados os impostos devidos aos estados nacionais. Trata-se de um assalto aos que, realmente, o produziram com o seu trabalho.
Os paraísos fiscais não acolhem apenas o dinheiro subtraído ao fisco, mas servem de bom refúgio aos recursos  —  empapados de sangue e marcados pelo sofrimento de milhões de famílias  —  procedentes do tráfico de drogas. Como se revelou recentemente, o HSBC admitiu ter servido para a lavagem de dinheiro das quadrilhas mexicanas de narcotráfico.
Os paraísos fiscais se multiplicaram, no mundo, a partir da deregulation anglo-americana dos anos 80, promovida por Reagan e Thatcher, com o objetivo de restaurar o processo de acumulação acelerada do capitalismo do fim do século 19. Embora já houvesse tais paraísos  —  e a Suíça é o mais antigo e o mais seguro deles  —  houve  perversa competição entre governos de nações menores, com o objetivo de ganhar o máximo na guarda simbólica de tais valores, que não se transferem fisicamente para tais territórios.
Sem os bancos de presença internacional, não seria possível essa peregrinação de recursos ilícitos. Para escapar à vigilância das autoridades honradas de alguns países (porque elas existem), tais recursos virtuais costumam peregrinar, indo de Tóquio a Berlim, de Berlim a Singapura, de Singapura a Santiago em alguns minutos, para, em seguida, refugiar-se onde não possam ser localizados.
De acordo com o estudo, os três maiores bancos responsáveis pela evasão de recursos são a UBS (União de Bancos Suíços), o Crédit Suisse e o Goldman Sachs. Eles encabeçam a lista, mas nenhum dos bancos privados que operam internacionalmente se encontram limpos. Uns mais, outros menos, operam na criminalidade."

24 de julho de 2012

12 Sintomas do Câncer de Mama

O blog não é especializado em saúde, mas não custa nada reforçar algumas dicas para os navegantes. Neste caso para as navegantes.
Recebi de uma amiga uma imagem com o título que coloquei neste post e resolvi colocar aqui.
É que, além de passar as informações básicas (acredito que estejam corretas), o trabalho de arte é muito criativo, conforme podem verificar.
Cliquem na imagem para ver em tamanho maior.


Preocupações, Estresse: Meditação e a Incrível Máquina Humana


No estilo eclético multidisciplinar do blog, passamos da bela escritora com pouca roupa do post abaixo, para este assunto que envolve emoções, ciência e transcendência.
Apesar das férias andei (ou ando) um tanto quanto preocupado com diversos itens. "Nada de novo no front". Não lhe soa familiar o termo "estresse" associado às preocupações com saúde, familiares, amigos, finanças, trabalho, etc.?
Mal do Século XXI. Também nada de novo. Emoções exigidas demais gerando ansiedade, depressão, pânico...
Sempre pode-se recorrer a ansiolíticos químicos e "espirituais". No primeiro caso o médico decide, no segundo depende de se ter o dom especial da fé. Ou buscá-la.
Um complemento interessante é a "educação mental" como segredo de controle das emoções. O que não é nada fácil para quem, como nós, vivemos nesse corre-corre ocidental.
Em um desses momentos menos tranquilos me lembrei de uns CDs que tenho há tempos. De Mirna Grzich, Dr. Brian Weiss, Dr. Daniel Goleman e outros. 
São meditações guiadas no sentido de buscar tranquilizar a mente. Andei ouvindo especialmente o do Daniel Goleman, aquele mesmo que desenvolveu a tese da Inteligência Emocional, tão reconhecida hoje mas muito questionada na década de 1980, quando começou a ser difundida.
A questão é que isso tem de ser um hábito diário, para efetivamente surtir o efeito desejado. E aí voltamos à história da falta de tempo. O que não deveria ser desculpa. Dez minutos bastam, para começar.
Goleman buscou sua base de dados sobretudo na tradição budista e aí eu andei me perguntando se isso tinha mesmo alguma ciência envolvida, do tipo: é possível controlar as atividades dos neurônios? Deveria ter, afinal Goleman é Doutor em Psicologia por Harvard.
Aí resolvi procurar algo na Internet. Já li muito a respeito (os próprios livros de Goleman já dariam essa base) mas eu queria algo mais fácil de acompanhar e entender. Então achei esse pequeno video da NatGeo que mostra experiência bem interessante com o controle mental. Vale a pena assistir. São só dez minutos. Tempo de uma breve pausa para meditação.



Programa: A Incrível Máquina Humana
(Meditação Budista estudada cientificamente)
Produção National Geographic

Em complemento e por pura coincidência (será?) achei a seguinte matéria hoje no portal R7. O assunto é mesmo interessante e voltaremos a ele amanhã, se eu tiver tempo e tranquilidade...


Meditação fortalece o corpo e melhora a concentração

Exercício ajuda no desenvolvimento da memória e da habilidade intelectual

“Criada na antiguidade, a meditação é até hoje um método empregado para diminuir o estresse. Além de acalmar o corpo e a mente, a técnica oriental também traz inúmeros benefícios para a saúde.
Dentre as transformações que a meditação proporciona ao corpo estão o desenvolvimento da memória e da habilidade intelectual. A prática também aumenta o autocontrole e fortalece a saúde. Isso porque a diminuição do estresse proporcionada pela técnica faz com que a imunidade do organismo aumente.
Estudos recentes apontam a relação do estresse com o aumento das inflamações no organismo. Um dos exercícios de meditação é sentar em posição vertical, com a coluna ereta. Com os olhos fechados, fixe o ponto entre as sobrancelhas da testa e inale o ar lentamente até oito. Prenda o fôlego e conte até oito.
O ideal é repetir esse movimento de três a seis vezes. Com o tempo, o movimento se tornará natural e suave, permitindo que o corpo relaxe.”

23 de julho de 2012

Imagem do Dia: A escritora brasileira que fez topless no Peru

Protesto ou marketing? A bela escritora tem seus motivos reais (cópias piratas de seus livros sendo vendidos na cidade de Lima) e tem “bala na agulha” para fazer um protesto deste tipo, se é que me entendem.
Reproduzimos abaixo as explicações que ela deu em seu blog (dela).
Adiantamos que a moça tem um currículo interessante. Além de escritora é “Palestrante, Terapeuta de Amor & Sexo, Consultora da Revista Playboy”.
Alguns de seus livros? Vamos lá: "Ele te traiu? Problema dele! Como superar a traição ontem mesmo!" de 2009, "Os 100 segredos de uma garota de programa – Tudo o que você queria saber sobre sexo, homens e a profissão", de 2007 e "Seduzir Clientes" (livro de marketing, que fique bem claro), de 2008.
Voto nela para Academia Brasileira de Letras.
Aqui prá nós, ainda bem que não foi o Paulo Coelho que fez este protesto, né não?!

"Algumas pessoas vão achar loucura, outras vão condenar, há quem diga que um protesto solitário não leva a nada (será?), haverão os que aplaudirão o ato e há ainda os que vão me jogar água benta… Não importa, afinal, o que até hoje fiz em nome da opinião alheia? Nada. E assim pretendo continuar. 
E acredite, a última coisa que vou fazer é ficar calada diante de uma injustiça e se ninguém mais vai eu vou sozinha, porque se eu ver uma esperança de mudar uma situação não há medo que me intimide, distância que me desanime nem cansaço que me derrube. 
Quando cheguei no Peru TODOS OS MEUS LIVROS ESTAVAM PIRATEADOS!!!! E o mais absurdo, estão sendo exportados os livros piratas para a Bolívia. O lançamento do meu novo livro era ás 14 horas na Feira Internacional do Livro e ás 9 horas da manhã ele já estavam sendo comercializados nas ruas pelos vendedores ambulantes. 
Depois de ficar revoltada eu me perguntei o que eu poderia fazer. AFINAL, É O MEU SONHO DE ME TORNAR UMA GRANDE ESCRITORA INDO EMBORA. Ir a polícia e denunciar era uma piada, pedir gentilmente para os piratas retirarem os livros era me transformar em uma piada para eles, então resolvi tomar uma atitude mais radical, mas com repercussão certa. Fiz um protesto em frente ao Palácio do Governo de Lima, onde cerca de 50 guardas ou mais até guardam a Casa do Presidente á frente, a Catedral á esquerda e a Prefeitura Munipal de Lima á Direita. Quer saber? Tem de ter muito peito pra fazer isso. 
Lógico que deu tumulto e que a policia não deixou assim no mais… 
Agora á noite, em rede nacional, chamei o Presidente para tomar uma atitude.  NÃO, EU NÃO VOU FICAR CALADA!!!"


18 de julho de 2012

Nossa Tradicional Festa Julina, versão 2012.

Queridos amigos e amigas deste blog, mesmo que ainda sob os efeitos dos fusos, porém feliz pelo retorno ao ninho junto com a filhota, anuncio que a tradição será mantida com a nossa festa junina (não julina!), lá em Balança Rangel.

Depois com calma tentarei trocar um pouco da enriquecedora trajetória pela Itália fabulosa, uma oportunidade construída por anos!

No momento ficamos com o convite ao divertimento e brincadeiras tradicionais de nossa gente tropical em tempos de fogos, quentão, comidas típicas, algo agradabilíssimo que eu, Tarcísio Gomes e Paulo Muniz,  por vários anos, temos conseguido manter vivo para momentos ricos de convívio entre bons amigos(as) e nossos familiares.



"Vosmecês tá cunvidado
Pra dançá no arrastado
Das festança "juLina"
Mas porém não arrepare
Pruque é festa de roça
Qui dô na minha paioça
Prus moço mais as menina.
Venham tudo satisfeito
Dançá com gosto e com jeito
Que vai sê bom de duê
Tem cumilâncias gostosa
E as moça mais fermosa
Pra vosmecês escolhê.
Venham tudo com as famia
Traga as neta, traga as fia
Os pai, as mãe, as avó
Qui nós recebe com amizade
A casa é grande, cumpade
E os coração é maió."
   

16 de julho de 2012

R.I.P.: Jon Lord *Leicester, Inglaterra, 9 de junho de 1941 + Londres, 16 de julho de 2012

Interrompo momentaneamente - quase sem ter parado ainda - as "férias" de Internet e assemelhados. Foi porque precisei entrar no Facebook para ver se tinha algum post da filha que viajou e eu não estava conseguindo contato telefônico. Mas ela já ligou. Tudo ok.
Pois foi nessa rápida olhada que me deparei com a triste notícia do falecimento hoje do tecladista Jon Lord do Deep Purple.
Jon Lord não era qualquer tecladista. Foi talvez o primeiro e o melhor a conseguir unir de uma forma única o peso do Hard Rock com seus conhecimentos de música erudita, desenvolvendo belíssimos temas que faziam contraposição de seu órgão com a veloz guitarra de outro mestre, Ritchie Blackmore. 
Clássicos imortais foram criados pelo grupo e neles os teclados analógicos de Jon Lord tinham papel preponderante.
Em qualquer lista que eu venha a fazer dos melhores da música de todos os tempos, Jon estará presente.
E eu não poderia deixar de registrar essa perda aqui no blog, mesmo interrompendo as "férias".
Rest in Peace, Lord.
P.S.: Muita gente boa morrendo nos últimos tempos. Por sorte eu não valho nada nem fiz algo de notório ao longo da vida. O que também não deve ser motivo de preocupação para os gênios do naipe de Jon Lord. No final todos vão quando chega a hora. Ponto. Volto ao recolhimento.




"O músico Jon Lord, cofundador e tecladista do Deep Purple, morreu aos 71 anos nesta segunda-feira (16) após sofrer uma embolia pulmonar. Ele tinha câncer no pâncreas e estava ao lado de sua família na London Clinic na hora de sua morte. Pouco após o anúncio, músicos como Tom Morello, do Rage Against the Machine, e Geezer Butler, do Black Sabbath, lamentaram a partida de Lord.
Ele foi um dos fundadores do Deep Purple em 1968, permanecendo no grupo até 2002, quando anunciou sua aposentadoria e foi substituído por Don Airey.
O músico está entre os compositores da famosa canção "Smoke on the water". Um de seus mais conhecidos "riffs" de teclado está em "Child in time", do disco "Deep Purple in rock", de 1970.
Divulgado pelos representados do músico, o anúncio de sua morte afirma: "Jon partiu da escuridão para a luz". Lord deixa mulher e duas filhas.
Além do Deep Purple, Jon Lord também trabalhou com artistas como Whitesnake, Paice, Ashton & Lord, The Artwoods e Flower Pot Men. Ele também é conhecido por seu trabalho com a música clássica, gênero presente especialmente em sua carreira solo, em discos como "Gemini suite" (1971), "Windows" (1974) e "To notice such things" (2010)."
Do G1.

13 de julho de 2012

Dia Internacional do Rock

Hoje é sexta-feira 13. 
E é o Dia Internacional do Rock.
Legal!
Ia fazer uma extensa seleção de vídeos musicais que mostrassem um pouco da história e das diversas variantes do Rock.
Da África, via Blues in América, até o Folk irlandês transformado em country americano.
Da música erudita e operística européia ao grito dos Punks excluídos das periferias das grandes cidades.
O amálgama disso tudo deu o inclassificável Rock de todos os tempos e do mundo todo.
Mas eu não tive nem terei tempo de fazer essa seleção.
Resolvi então tentar achar uma única música que representasse um pouco disso tudo. Seria possível?
Acho que achei (horrível essa frase).
Apenas uma humilde homenagem ao emblemático, multifacetado e imortal Rock'nRoll.


Com este post encerro minha partcipação no blog. Por esses dias. Vou tirar um tempinho de férias e vou tentar (eu disse tentar) me desligar um pouco também do ambiente virtual. Sabem como é, recarregar as baterias e a criatividade (que nunca foi lá essas coisas).
Tenho amigos que ficam navegando no blog, lendo posts antigos, atemporais. Fica a dica para os nossos 17 leitores.
O criador e titular do blog, o amigo Luiz Felipe Muniz, anda um pouco sumido por que está em viagem com a família e sem acesso à Internet. Mas já está voltando e deverá em breve estar por aqui nos brindando com suas intervenções.
Mais uma vez agradecemos os 500 mil acessos que completamos este mês.

Frase do Dia: É aquela da Deputada Espanhola Andrea Fabra

"Que se Fodam!"

A deputada é de direita.
Refere-se a frase aos cortes sociais do governo espanhol por causa da crise.
Segundo ela foi direcionada aos Deputados Socialistas.
Segundo os Socialistas foi direcionada na verdade aos que estão desempregados e que terão seus benefícios cortados.
A conta da crise criada pelos capitalistas vem sempre para os mais sacrificados. É sempre assim.
A deputada tem muita grana. Parece que o pai dela ganhou muitas vezes na loteria(?!).
Não lembra aquele personagem do Chico Anísio, o Deputado que mandava os pobres "explodirem"?
O blog se solidariza como os trabalhadores espanhóis.
E que se foda a ilustre deputada. Com todo respeito e consideração que ela merece.

12 de julho de 2012

Humor de Quinta: Começou a Campanha Eleitoral 2012!


Londres - Olimpíadas 2012 (e a Globo)

Apesar da Globo não estar mostrando quase nada, porque é a Record que vai transmitir, as Olimpíadas de Londres já entraram em sua contagem regressiva final.
Começa dia 27 próximo e termina em 12 de agosto.
Se na TV aberta a emissora dos Marinhos "boicotam" (parece perseguição do blog; e é), na TV por assinatura o canal Sportv (Globosat) vai colocar quatro canais HD 24 horas por dia trasmitindo tudo. A Globo teria pago 22 milhões de dólares à Record para ter o direito na TV fechada. Não tenho confirmação disso.
Seja na Record ou na Sportv (não sei a ESPN e a FoxSports vão mostrar), vale a pena acompanhar esse que é o maior evento esportivo do mundo.
Tenho um amigo que tira férias nesse período só para poder acompanhar todos os detalhes.
E vai ser legal ver esses jogos na terra do Rock (aliás amanhã é o Dia do Rock).
E é bom lembrar que a partir de Londres começamos a nossa contagem regressiva para a Rio 2016!

Esse foi um dos filmes oficiais da época da candidatura vencedora de Londres. Um belo passeio pela cidade e pelos esportes.



‘Sport at Heart’ – the award-winning film featuring David Beckham, Amir Khan, Dame Kelly Holmes and Sir Roger Moore; set London on the road to success.

Olha aí um DeLorean 2012 (do filme "De Volta Para o Futuro")

Em 1985 o filme que mais fez sucesso de público e crítica foi "De Volta Para o Futuro", uma mistura de ficção-científica, comédia romântica, fantasia e drama, produzido pelo Steven Spielberg.
Teve duas continuações e virou cult, apesar de ser pop. Um dos motivos, além da história interessante, foi a utilização de um carro chamado DeLorean, que muitos achavam fazer parte da criação da cenografia do filme.
Mas o DeLorean existiu mesmo. Foi criado por John DeLorean na Irlanda e fabricado entre 1980 e 1983.
Depois de problemas financeiros e com a justiça, a fábrica fechou em 1984.
John morreu em 2002 e os direitos do carro foram vendidos pela família para dois americanos que voltaram a fabricá-lo em 2009, sempre por encomenda e utilizando o mesmo aço inox, aceitando customização. Vendem também DeLoreans usados restaurados a partir de US$ 32.000,00.
Tudo isso só para mostrar as duas fotos abaixo.
O amigo Fernando me enviou hoje. Ele tirou semana passada em frente ao hotel que estava hospedado em Orlando, Flórida, EUA.
Um DeLorean 2012 customizado!
Para os que gostam de carros clássicos e filmes cult.
Mais informações em DeLorean Motor Company.


11 de julho de 2012

Diferenças não tão sutis entre Suplementos Alimentares e Anabolizantes (Bombas)


As academias estão cheias!
Ótimo porque atividade física é sinônimo de saúde. 
Mas é só isso? Não. A maioria dos frequentadores está preocupada com o visual de um corpo perfeito, tão valorizado hoje. 
Nada de errado se forem seguidas recomendações de que exercícios fazer e o que deve ser consumido.
O problema é que muitos jovens querem malhar pouco e ter um extraordinário resultado de forma rápida. O que é impossível. A não ser que se conte com uma ajuda 'providencial' de determinadas substâncias.
E é aí que mora o perigo do uso dos anabolizantes que são bem diferentes de suplementos alimentares, sendo que esses últimos não trazem maiores problemas desde que não haja exagero, preferencialmente recomendados por nutricionistas. Em determinada época eu cheguei a consumir pelo menos um desses suplementos, chamado "Whey Protein", mas não vejo necessidade. Além de ser bem caro (os importados, de melhor qualidade). E fique claro que eu não sou jovem. Musculação para a mim é só para evitar perda de massa muscular devido à idade.
O consumo indiscriminado de anabolizantes traz problemas para o coração e fígado, provocam acne, hipertensão, agressividade, infertilidade, etc.
E o problema só faz aumentar entre os jovens que vão pagar um preço alto por isso no futuro. É como tomar Viagra aos vinte e poucos anos só para melhorar a perfomance. Acreditem, tem gente fazendo isso.
Confiram matéria completa no site Bem Estar.
Abaixo um quadro resumo mostrando as diferenças marcantes entre Suplementos e Anabolizantes.
 

A crise econômica mundial e a luta de classes na Europa

Muito interessante este artigo do francês François Chesnais, do qual mostramos apenas a introdução.
É para entender melhor a crise européia e mundial.
Como sempre, "o buraco é mais embaixo".

A luta de classes na Europa e as raízes da crise econômica mundial (I)

A situação europeia não pode ser compreendida sem considerar a situação da economia mundial em sua totalidade. Hoje, após a reintegração da China e a plena incorporação da Índia na economia capitalista mundial, a densidade das relações de interconexão e a velocidade de interações no mercado alcançaram um nível jamais visto anteriormente. O que prevalece hoje na arena mundial é o que Marx chama de “anarquia da produção”. Alguns Estados, os que ainda têm meios para isso, são cada vez mais os agentes ativos dessa competição. E único Estado que conserva esses meios na Europa continental é a Alemanha. 

(...)Compreensivelmente, a atenção dos trabalhadores e dos jovens da Europa está centrada nas consequências do “fim de caminho” e do “salve-se quem puder” das burguesias europeias. A crise política da UE e da zona euro, assim como as intermináveis vacilações do BCE acerca do financiamento direto dos países em maiores dificuldades, são suas manifestações mais visíveis. A tendência é endurecer as políticas de austeridade e montar uma operação de “resgate total” da qual não escape nenhum país. No entanto, a situação europeia não pode ser compreendida independentemente da consideração da situação da economia mundial em sua totalidade.

Veja ("Veja" não, "Carta Maior") o restante do artigo clicando aqui: Carta Maior - Economia.

 François Chesnais é professor emérito na Universidade de Paris 13 – Villetaneuse. Destacado marxista, integra o conselho científico da Attac-França. É autor de “La mondialisation du capital” e coordenador de “La finance mondialisée, racines sociales et politiques, configuration, conséquences”. Email: chesnais@free.fr

Tradução de Marco Aurélio Weissheimer, a partir da versão em espanhol publicada em Sin Permiso.

10 de julho de 2012

R.I.P.: José Roberto Bertrami *21/02/1946 Tatuí,SP +08/07/2012 Rio de Janeiro, RJ

Vivemos nesse corre-corre com tantas informações em cima, que muitas vezes deixamos passar um fato importante no meio de toneladas de noticias.
Só hoje fui saber que no domingo passado faleceu aos 66 anos o tecladista, compositor, arranjador e produtor musical José Roberto Bertrami.
Durante mais de 40 anos ele integrou com o baterista Ivan Conti e o baixista Alex Malheiros o grupo Azymuth, talvez mais conhecido no exterior do que aqui.
Foi a primeira banda brasileira a tocar no famoso Festival de Montreaux, Suíça, em 1977.
Outro fato importante foi quando entraram para o Guiness em 1988. Seu álbum "Jazz Carnival" ficou um ano inteiro na parada de sucessos britânica, o que configurava um recorde na Inglaterra.
Nos últimos 10 anos eles estavam regravando seus discos e lançando pela gravadora européia Far Out Records.
Além de gravar seus próprios discos solo os componentes do Azymuth trabalharam como produtores ao longo de décadas com artistas do porte de Raul Seixas, Tim Maia, Erasmo Carlos, Marcos Valle, Gonzaguinha, Odair José, Elis Regina, Rita Lee, etc.
No Brasil os belos sons dos teclados de Bertrami são lembrados sobretudo por duas músicas: "Linha do Horizonte" e "Voo sobre o Horizonte".
Tive a oportunidade de assistir Bertrami e o Azymuth por duas vezes em apresentações inesquecíveis. Bertrami gostava de contar histórias interessantes que vivenciou na música brasileira.
Ele estava internado há dois meses tratando de problemas hepáticos.
O sepultamente foi ontem no Rio de Janeiro.
Rest in Peace.





Deu na Revista Fortune: Petrobras é a maior brasileira no ranking

Publicado hoje no blog "Petrobras - Fatos e Dados":

"A revista Fortune divulgou na última segunda-feira (9/7) a lista das 500 maiores empresas do mundo. A Petrobras ocupa a 23ª posição, sendo a primeira entre as oito empresas brasileiras que aparecem na lista. Com receita anual de US$ 145,9 bilhões, a Companhia subiu 11 posições em relação à colocação de 2010 para 2011.
As demais empresas brasileiras que compõem o ranking são Banco do Brasil (em 88º lugar); Bradesco (em 136º lugar); a Itaúsa, holding que controla o Itaú (em 311º); a Vale (em 159º ); JBS (286º); Ultrapar (em 380º); e Grupo Pão de Açúcar (399ª posição). Os Estados Unidos têm 132 empresas na lista das maiores, e a China, 73."

Historinhas para terça-feira

Historinhas despretensiosas do nosso tempo (ou de qualquer tempo) para uma manhã fria de terça-feira de inverno.


O aluno de medicina.
No Curso de Medicina, o professor dirige-se ao aluno e pergunta:
- Quantos rins nós temos?
- Quatro! - responde o aluno.
- Quatro? - replica o professor, um arrogante, daqueles que sentem prazer em gozar com os erros dos alunos.
- Tragam um fardo de feno, pois temos um burro na sala. - ordena o professor ao seu auxiliar.
- E para mim um cafezinho! - pediu o aluno.
O professor ficou furioso e expulsou-o da sala. O aluno era Aparício Torelly Aporelly (1895-1971), o 'Barão de Itararé' (nota deste blogueiro: ele abandonou o curso de Medicina no quarto ano, dedicando-se apenas aos seus escritos humorísticos). Ao sair, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o irritado mestre:
- O senhor me perguntou quantos rins 'nós temos'. 'Nós' temos quatro: dois meus e dois seus. 'Nós' é uma expressão usada para o plural. Tenha um bom apetite e delicie-se com o capim. 
Moral da História:
A vida exiige muito mais compreensão do que conhecimento. Às vezes as pessoas, por terem um pouco mais de conhecimento ou acreditarem que o tem, se acham no direito de subestimar os outros... E haja feno!


A roupa faz a diferença?
Sem maiores preocupações com o vestir, o médico conversava descontraído com o enfermeiro e o motorista da ambulância, quando uma senhora elegante chega e de forma ríspida, pergunta:
- Vocês sabem onde está o médico do hospital?
Com tranquilidade o médico respondeu:
- Boa tarde, senhora! Em que posso ser útil?
Ríspida, retorquiu:
- Será que o senhor é surdo? Não ouviu que estou procurando pelo médico?
Mantendo-se calmo, contestou:
- Boa tarde, senhora! O médico sou eu, em que posso ajudá-la?!?!
- Como?!?! O senhor?!?! Com essa roupa?!?!...
- Ah, Senhora! Desculpe-me! Pensei que a senhora estivesse procurando um médico e não uma vestimenta....
- Oh! Desculpe doutor! Boa tarde! É que... Vestido assim, o senhor nem parece um médico...
- Veja bem as coisas como são...- disse o médico -... as vestes parecem não dizer muitas coisas, pois quando a vi chegando, tão bem vestida, tão elegante, pensei que a senhora fosse sorrir educadamente para todos e depois daria um simpático "boa tarde!"; como se vê, as roupas nem sempre dizem muito...
Moral da História:
Um dos mais belos trajes da alma é a educação.
Sabemos que a roupa faz a diferença mas o que não podemos negar é que falta de educação, falta de humildade, pessoas que se julgam donas do mundo e da verdade, grosseria e outras "qualidades" derrubam qualquer vestimenta.
Bastam às vezes apenas 5 minutos de conversa para que o ouro da vestimenta se transforme em barro.


Boa Resposta.
Um mecânico está desmontando o cabeçote de uma moto, quando ele vê na oficina um cirurgião cardiologista muito conhecido. Ele está olhando o mecânico trabalhar. Então o mecânico pára e pergunta:
- 'Ei, doutor, posso lhe fazer uma pergunta?'
O cirurgião, um tanto surpreso, concorda e vai até a moto na qual o mecânico está trabalhando. O mecânico se levanta e começa:
- Doutor, olhe este motor. Eu abro seu coração, tiro válvulas, conserto-as, ponho-as de volta e fecho novamente, e, quando eu termino, ele volta a trabalhar como se fosse novo. Como é então, que eu ganho tão pouco e o senhor tanto, quando nosso trabalho é praticamente o mesmo?
Então o cirurgião dá um sorriso, se inclina e fala bem baixinho para o mecânico:
- 'Você já tentou fazer como eu faço, com  o motor funcionando?'
Conclusão:
Quando a gente pensa que sabe todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas.


O problema é sério.
O sujeito vai ao psiquiatra
- Doutor - diz ele - estou com um problema: Toda vez que estou na cama, acho que tem alguém em baixo. Aí eu vou em baixo da cama e acho que tem alguém em cima. Prá baixo, prá cima, prá baixo, prá cima. Estou ficando maluco!
- Deixe-me tratar de você durante dois anos, diz o psiquiatra. Venha três vezes por semana, e eu curo este problema.
- E quanto o senhor cobra? - pergunta o paciente.
- R$ 120,00 por sessão - responde o psiquiatra.
- Bem, eu vou pensar - conclui o sujeito.
Passados seis meses, eles se encontram na rua.
- Por que você não me procurou mais? - Pergunta o psiquiatra.
- A 120 paus a consulta, três vezes por semana, durante dois anos, ia ficar caro demais, ai um sujeito num bar me curou por 10 reais.
- Ah é? Como? Pergunta o psiquiatra.
O sujeito responde:
- Por R$ 10,00 ele cortou os pés da cama...
Moral da História:
Muitas vezes o problema é sério, mas a solução pode ser muito simples.
Há uma grande diferença entre foco no problema e foco na solução.


Muita calma!
Entra um senhor desesperado na farmácia e grita:
- Rápido, me dê algo para a diarréia! Urgente!
O dono da farmácia, que era novo no negócio, fica muito nervoso e lhe dá o remédio errado: um remédio para nervos. O senhor, com muita pressa, pega o remédio e vai embora.
Horas depois, chega novamente o senhor que estava com diarréia e o farmacêutico lhe diz:
- Mil desculpas senhor. Creio que por engano lhe dei um medicamento para os nervos, ao invés de algum remédio para diarréia. Como o senhor está se sentindo?
O senhor responde:
- Cagado... mas tô tranquilo.
Moral da História:
"Por mais desesperadora que seja a situação, se estiver calmo as coisas serão vistas de outra maneira".

9 de julho de 2012

Vírus DNS Changer: muita gente pode ficar sem Internet hoje

Essa eu só fiquei sabendo agora de manhã e nem vou ter como fazer os testes em meus notebooks. Nem sei se dá mais tempo.
Não sei se afeta também smartphones.
No Brasil estima-se seis mil infectados.
A notícia está rolando em diversos sites. Essa é da UOL.

Vírus pode "desconectar" 6 mil computadores no Brasil nesta segunda; faça o teste e limpe o PC
"Milhares de computadores vão ficar sem internet por causa de uma manobra do FBI para acabar com o malware DNS Changer. A polícia federal norte-americana avisou por meio de um comunicado oficial que vai desconectar todos os computadores infectados com o vírus na segunda-feira (9). O FBI estima que 360 mil PCs serão atingidos no mundo todo; 6 mil delas estão no Brasil.
A manobra é a última parte de uma operação contra esse tipo de malware. Quando o DNS Changer começou a infectar os computadores no final de 2011, o FBI criou uma rede de segurança para proteger os usuários atingidos. Essa rede será desativada na próxima segunda-feira ao meio-dia (13 horas no horário de Brasília). Isso fará com que os PCs infectados saiam do ar.

O que é o DNS Changer?

De acordo com o FBI, o DNS Changer é um tipo de malware que “controla” o computador dos usuários. Ou seja, as máquinas infectadas pelo vírus podem ser comandadas de forma remota por outras pessoas. Com isso, os hackers podem organizar ataques usando esses PCs ou realizar operações fraudulentas.
Páginas como o Google e o Facebook estão repassando alertas para usuários que podem estar com os computadores infectados pelo DNS Changer. A orientação é que os usuários resolvam o problema antes de segunda-feira sob pena de ficarem sem conexão da internet.

Como saber se meu computador está infectado?

É possível verificar se o seu computador está infectado fazendo um teste no site http://www.dns-ok.us/. Ao acessar a página, um banner vai informar se a sua rede está infectada. O relatório do FBI sobre o vírus pode ser visto neste link.

Como limpar minha máquina infectada? 

Importante: Só use a ferramenta se o computador estiver realmente infectado. A F-Secure criou uma ferramenta baseada em script que pode ser utilizada para restaurar as configurações do DNS que apresenta problema: http://www.f-secure.com/weblog/archives/00002375.html.

Quantos computadores ainda estão infectados?

Especialmente na Itália, mais de 26 mil computadores continuam infectados. O Brasil possui mais de 6 mil IPs infectados. Confira as estatísticas de cada país."


8 de julho de 2012

Mais uma da Globo: UFC "ao vivo"

Nos anos 1980 teve um evento musical beneficente, o Live Aid, que consistia em diversos shows em países diferentes transmitidos ao vivo.
A Globo comprou os direitos e eu fiquei ansioso para assistir. Seriam muitas horas de transmissão e é bom lembrar que naquela época não tinha TV por assinatura muito menos Internet. Era portanto uma oportunidade rara.
Pois bem, o que aconteceu? A Globo não transmitiu nada. Só um 'compacto', bem depois. Simplesmente comprou os direitos para que outra emissora não transmitisse e atrapalhasse o seus números de Ibope.
Década depois a coisa continua da mesma forma.
A Rede TV até o ano passado tinha os direitos de transmissão do UFC. Transmitia tudo ao vivo. Mas a audiência começou a aumentar e incomodar a Globo. O que ela fez? Ofereceu uma nota e comprou os direitos para TV aberta no Brasil.
Ontem milhares de fãs do MMA estavam esperando para assistir a luta do Anderson Silva ao vivo e adivinhem...
Eu assisti a luta ao vivo (de verdade) pelo Canal Combate. Não vi o horário, mas devia ser por volta de 1 da manhã.
Depois que a luta terminou, o Anderson deu entrevistas e muitas reportagens depois eu coloquei na Globo. Surpresa: a luta "ao vivo" nem tinha começado. O insuportável Galvão Bueno só começou a narrar uns 40 minutos depois da luta ter terminado e ainda disse que falava "ao vivo" de Las Vegas.
Os fãs que não tem TV por assinatura ficaram indignados (e eu também) e choveram críticas `na Internet à postura da Globo. Se não vai transmitir ao vivo, que deixe outra emissora transmitir!
Detalhe: não mostraram todas as lutas do card principal.
Deveria existir um controle externo a respeito de situações como esta.
Sobre o post abaixo: A Serena ganhou, Silverstone está rolando agora (Massa em quarto), a decisão masculina de Wimbledon deve começar por volta das 11 horas, o Fla x Flu é as 16 horas e o tempo está querendo mudar mas ainda faz um sol fraco nesta manhã de domingo.
Ah! O Anderson manteve o cinturão depois de um assustador primeiro round. Nocaute técnico no segundo. E ainda deu lição de moral no Sonnen: além de cumprimentá-lo pediu aos brasileiros presentes em Las Vegas que aplaudissem o americano que havia falado mal do Brasil em suas conhecidas críticas 'marqueteiras'. E ainda chamou Sonnen para um churrasco!

7 de julho de 2012

Esportes no fim de semana: Wimbledon, Fla x Flu, UFC, etc.

O fim de semana está ótimo para quem gosta de ver esportes na TV.
É verdade que o tempo está lindo até mesmo para uma boa praia, mas a meteorologia diz que vai virar amanhã. E é verdade também que não vou ter tempo de assistir tudo, mas aí vão as dicas.
Hoje tem a final feminina de Wimbledon: a americana Serena Williams contra a polonesa Agnieszaka Radwanska (essa partida, por exemplo, não vou assistir ao vivo; é agora de manhã e eu vou ter de sair daqui a pouco para fazer vistoria no carro; ninguém merece...). Amanhã na masculina vai sair faísca: o lendário suíço Roger Federer contra o inglês Andy Murray.
Mas tem muito mais: o centenário do Fla x Flu, a Fórmula 1 em Silverstone, muitos programas especiais sobre as Olimpíadas e, na madrugada de domingo, a luta do século: o nosso Anderson Silva contra o mega-rival que adora agredir com palavras, o americano Chael Sonnen no UFC 148 em Las Vegas.
Aliás sempre me perguntam como uma pessoa com minhas características pode gostar de uma luta do tipo MMA. Não sei. Também gosto de Heavy Metal. E aí?
É indefensável gostar de uma luta sangrenta (que nem é mais tão sangrenta assim) e eu é que não vou justificar. E olha que dá. Acho.
Ainda bem que gosto também de Jazz. E de filosofia. Mas deveria me interessar mais por psicologia. Enquanto isso não acontece... Anderson!!