13 de abril de 2016

Vida em Sintropia

Wikipédia: "A sintropia, também designada negentropia - entropia negativa, é o contrário de entropia (que é a medida do grau de desorganização do sistema), ou seja, mede a organização das partículas do sistema. Um elemento negentrópico é aquele que contribui para o equilíbrio e para o desenvolvimento organizacional. A sintropia é um princípio simétrico e oposto ao de entropia física.
Enquanto a entropia é a medida da desordem ou da imprevisibilidade da informação, a sintropia é a função que representa o grau de ordem e de previsibilidade existente num sistema."

Agricultura Sintrópica: "Ernst Götsch é um agricultor e pesquisador suíço que migrou para o Brasil no começo da década de 80 e se estabeleceu em uma fazenda na zona cacaueira do sul da Bahia. Desde então, vem desenvolvendo técnicas de recuperação de solos por meio de métodos de plantio que mimetizam a regeneração natural de florestas. Com o acúmulo de mais de três décadas de trabalho que resultaram na recomposição de 480 hectares de terras degradadas (dos quais 350 foram transformados em RPPN, a primeira da Bahia), Götsch elaborou um conjunto de princípios e técnicas que viabilizam integrar produção de alimentos à dinâmica de regeneração natural de florestas, sempre complexificando sistemas, ao que convencionou chamar de Agricultura Sintrópica.
Como resultado de sua intervenção, além da colheita agrícola, observou-se que a fazenda desenvolveu seu próprio microclima, 14 nascentes de água foram recuperadas e a fauna repopulou o lugar. O experimento tem sido disseminado e adaptado a diferentes regiões e climas nos últimos 30 anos. Neste modelo de agricultura, o insumo mais importante é o conhecimento." (Em Partido Pirata).

Acima e além do momento complexo que vivemos (como diria o Luiz Felipe, ingratos e absurdos), posto abaixo um interessantíssimo vídeo que ele me repassou e que explica melhor os textos acima.
Um projeto viável para a melhoria do nosso mundo, que passa longe das dimensões de busca incessante de poder (com golpe disfarçado) que estamos vivenciando.


3 comentários:

Agronomia Fesb disse...

Fantástico!

Paulo Romero. Abelhas Nativas disse...

Ola!

Parabéns pelo blog!!

E que beleza de postagem...Realmente precisamos repensar a maneira que estamos tratando o meio ambiente;do contrário não teremos futuro.

Gostei daquilo que vi e li aqui!

Abraço.
Paulo Romero.
Meliponário Braz.
João Pessoa,PB.

Luiz Felipe Muniz disse...

Obrigado Paulo pelo comentário. Forte abraço. LF